BLOG

SÃO JOSE DIA E NOITE

VIVA URBANOVA

 GUIA

  FALE CONOSCO
 
 
 
  PRIMEIRA
  CIÊNCIA  
  CINEMA
  ECONOMIA
  EDUCAÇÃO
  ENTREVISTA
  ESPORTES
  GALERIA
  GASTRONOMIA
  INFORMÁTICA
 
  MEIO AMBIENTE
  OPINIÃO
  POLÍTICA
  SAÚDE
  SURF
  TODA MÍDIA
  EXPEDIENTE
  ED. ANTERIORES
  COLUNISTAS
  ACASSIO COSTA
  ALESSANDRO L.
  BÁRBARA LIA
  CARLOS BRICKMANN
  CORREA LIMA
  DELAMARE MC
  DORA DIMOLITSAS
  ELIÉZER ZAC
  FLÁBIA FARIA
  GABRIELA MORI
  G. BOLAÑOS
  JOCA FARIA
  JOSÉ R BESSA
  JOSÉ SESPEDES
  LAÍS GURGEL
  LORA SALIBA
  LUCIANE BARBOSA
  MARLI GONÇALVES
  PEDRO PORFÍRIO
  RICARDO FARIA
  RITA ELISA
  ROBSON MARQUES
  RONALDO DURAN
  SIMONE NEJAR
  SYLVIO MICELLI
  TELMA CARVALHO
  VINICIUS NOVAES
  SUPLEMENTOS
  DECORAÇÃO
  MULHER
  TURISMO
  S. JOSE DOS CAMPOS
  A CIDADE
  SUA HISTÓRIA
  SUA GENTE
  PERSONALIDADE
  GALERIA
  ESPAÇO USP
  TECNOLOGIA
  COMUNICAÇÃO
  PÉ NA ESTRADA
 
 
 
 
   

 

  09.03.2014   14h.00  
 

O País do Futebol, do Carnaval e dos “Black Blocs” 

 
por Luiz Eduardo Corrêa Lima  
Por conta do Carnaval, estamos tendo uma trégua nas “manifestações” contra o aumento das passagens e os gastos da Copa do Mundo de Futebol, porque obviamente os “black blocs” e outros baderneiros menos conhecidos estarão muito ocupados com outras questões que, para eles, talvez sejam mais importantes, pois estão relacionadas com a segunda maior paixão nacional, o carnaval.

E assim, não é hora de fazer reivindicação política e muito menos social, no período do carnaval é só folia e prazer. Aliás, “é só alegria”, como diz o ditado popular.

Durante o carnaval as passeatas são outras, elas consistem nos diferentes desfiles das Escolas de Samba e dos Blocos Carnavalescos nas avenidas pelo país afora, ou nos Grandes Cordões em Clubes, Praças e Ruas do Brasil, onde vão se desenvolvendo importantíssimas atividades festivas e carnavalescas, mas que não acrescentam efetivamente nada à vida das pessoas. Enfim, cobrança política não existe em tempos de carnaval.

Nessa época, nem mesmo o futebol é capaz de ser considerado algo de destaque no interesse nacional. O carnaval supera tudo e os “black blocs” estão aí para confirmar esse fato, tirando férias para se divertirem um pouco durante o carnaval. E assim, no momento presente, futebol não pode, política não pode, mas carnaval não só pode, como deve.

Passeata só mesmo das agremiações carnavalescas como já foi dito e obviamente essas passeatas são regadas a muito álcool e outras drogas mais sofisticadas, mas, graças a Deus, nunca de “coquetéis molotov”. Como só se morre e se mata de prazer, costumam ser encontradas também muitas mulheres peladas e homens travestidos, além de obviamente muito samba no pé.

Mas os “black blocs” continuam mascarados, apenas por hábito, mas não têm medo de que suas respectivas identidades sejam reconhecidas. É curioso, mas a máscara é uma característica marcante e comum nos carnavais e nas manifestações políticas.a sociedade brasileira, mas sei que ambos têm imensa capacidade massificante e que ambos fazem muito mal à política do país. De qualquer maneira, nesta semana, tudo será possível em nome da grande festa do Rei Momo.

Aliás, é bom que se diga, uma festa efêmera e profana, que costuma trazer grandes prejuízos sociais, apesar da aparente alegria. Entretanto, por causa desse efêmera alegria, o carnaval sempre foi tempo de trégua e engodo para as lutas

Eu sinceramente não sei se o pior é o futebol ou é o carnaval para o Brasil e toda Francisco Buarque de Holanda, o velho Chico Buarque, (o velho, porque o atual já mostrou que politicamente também é um mal caráter), já falou sobre o engodo carnavalesco no samba “Vai Passar”.

Existem dois momentos da letra, particularmente interessante, no primeiro ela diz assim: “e um dia afinal, tinham direito a uma alegria fugaz, uma ofegante epidemia, que se chamava carnaval” e no segundo ela diz: “meu Deus vem olhar, vem ver deperto uma cidade a cantar a evolução da liberdade, até o dia clarear”. Pois é, será que é isso mesmo que estamos vivenciando?

Doido”, que o compositor crioulo ficou doido com tanta informação histórica e acabou trocando tudo e todos. O que chama a atenção nos inúmeros erros de fatos históricos apresentados na letra desse samba é que isso pode ser um indicativo de que a história do Brasil, talvez seja menos importante do que o carnaval e assim tanto faz os erros, o que importa é o samba e o carnaval.Sérgio Porto, o saudoso Stanislaw Ponte Preta, conta em seu “Samba do Crioulo.

É como disse o Músico Marcelo Nova, líder da Banda Camisa de Vênus, quando entrevistado pelo repórter de uma rádio de Taubaté/SP, na véspera de um show que a banda fez na cidade há alguns anos atrás. “Música aqui no Brasil é bumbo e bunda o resto não importa”.

Pois é, embora o repórter estivesse se referindo à Música em geral, o Marcelo Nova respondeu que onde tem samba mulher de bunda de fora, todo o restante é insignificante.

Pois então, é por isso mesmo que o Carnaval assume essa importância magnânima na massificação da população do país. Confesso que mesmo não gostando do tipo de música de Marcelo Nova e sua banda, tenho que concordar que ele tem razão.

João Bosco e Aldir Blanc também relatam a importância do futebol na letra do samba “Se meu time não fosse o campeão”, quando dizem assim: “e ele gritou gol, fiel a paixão. Salve o meu time querido do meu coração. Hoje eu só quero saber da comemoração e nem quero pensar, se meu time não fosse o campeão.

Sorrindo ele me segredou, nós fazia uma revolução”. Os mesmos autores, na letra do samba “De frente para o Crime”, também citam “tá lá o corpo estendido no chão, em vez de rosto uma foto de um gol” .... “sem pressa foi cada um pro seu lado, pensando numa mulher ou num time, olhei o corpo no chão e fechei minha janela de frente pro crime”.

Bem, em suma, no carnaval tudo pode, até mesmo os Ministros do Supremo Tribunal Federal voltarem atrás, absolvendo e liberando bandidos políticos consagrados e contumazes, contrariando os interesses da opinião pública nacional e manifestando total dependência política do governo. Interessante é que sobre esse fato, estranhamente, não apareceu nenhum “black bloc” para fazer qualquer quebradeira ou mesmo alguma caminhadaou comentário crítico. Por que será?

Eu particularmente não sou nada a favor do Brasil sediar uma Copa do Mundo, mas confesso que gosto de futebol, da mesma forma que gosto de samba, mas odeio o carnaval, porque acho que o carnaval é apenas um circo a mais nesse país tumultuado, onde o povo, infelizmente, ainda vive de pão e circo. Entretanto, independentemente desse meu sentimento pessoal, acredito que agora essa discussão sobre a ocorrência da copa do mundo no Brasil é inócua e inoportuna, porque agora, lamentavelmente, Inês é morta e não há como mudar a situação.

Minha dúvida é a seguinte: por que não se brigou contra a possível vinda de uma Copa do Mundo para o Brasil, no momento em que ainda era possível impedir a sua vinda? Será que esses “manifestantes” estão mesmo contrários à Copa do Mundo?

Não sei não, mas para mim, isso é só pretexto para fazer tumulto e acabar, ainda que ocasionalmente, como já aconteceu, cometendo assassinatos de pessoas que estão trabalhando durante as passeatas.

Infelizmente os manifestantes acabam sendo rebeldes sem causa que são usados como massa de manobra de alguns grandes figurões. Pena que os efeitos colaterais produzidos por essas “manifestações”, como a morte do jornalista da Bandeirantes, não sejam punidos exemplarmente.

Alguém morre no exercício de sua profissão e fica por isso mesmo, pois tem até Deputado pronto para oferecer ajuda aos criminosos.

Caramba! Esse país é coisa de doido mesmo. Aliás, o que é típico da esquerda festiva que só sabe “agitar a massa para fazer O Governo Brasileiro que anda muito preocupado com a situação econômica dos médicos cubanos, com auxílio aos pobres do Haiti, com a crise política na Venezuela e outras coisas que não têm nada a ver com o Brasil.

Talvez precisasse passar a lembrar que foi eleito para administrar o Brasil e não outros países, por mais que eles necessitem. Além disso, precisa lembrar ainda que o Brasil tem mais de 200 milhões de pessoas e não apenas aqueles cerca de 60 milhões que estão sendo compradas e usadas politicamente com inúmeros tipos de “Bolsas e de Cotas de qualquer coisa”. Mais uma vez eu pergunto: porque os “black blocs” não reclamam desses fatos? Será que essas “manifestações” são apenas para desviar a

É claro que, mesmo gostando de futebol, esse custo absurdo em estádios superfaturados é uma afronta e obviamente incomoda muito a mim e a qualquer brasileiro sensato, porém os estádios construídos serão de TODOS os brasileiros e “as bolsas e as cotas qualquer coisa” são apenas para os AMIGOS e algumas outras pessoas ocasionais, para fazer de contas que a coisa é séria.

Além disso, aqueles que não recebem “as bolsas e cotas qualquer coisa”, acabam pagando para aqueles que recebem. Aqui cabe lembrar que o governo, em momento algum, questionou se aqueles que pagam, gostariam de estar pagando por tudo isso. O governo apenas decidiu que ia ser assim e pronto.

Esse governo, na sua artimanha política de “favorecer aos pobres”, usa o dinheiro de alguns, no interesse de outros e que se exploda o avião. Aqueles que pagam não têm nem onde reclamar desse descalabro.

O pior é que os membros do governo chamam isso de Democracia.Não sei, mas eu devo ser muito ignorante, porque eu acho uma grande incoerência um governo que se diz democrático governar promovendo Medidas Provisórias, impondo regras absurdas, arbitrárias e ilógicas de distribuição de benefícios e de renda, definindo coisas a “bel prazer” e mandando os contribuintes pagarem, através da Maior Carga de Impostos do Mundo. Pois é, e o “black blocs” não parecem estar preocupados com isso.

Os problemas deles são apenas as passagens de ônibus e os estádios da Copa do Mundo.

Está parecendo até que os “black blocs” não são atingidos em nada pelos outros fatos. Para eles, legal mesmo é cobrir a cara com uma máscara e quebrar o patrimônio dos outros que trabalharam para conseguir, haja vista que nenhum deles e nem quem os financia deve pagar impostos normalmente e muito menos deve ser dono de lojas ou coisa parecida.

Bem, fica aqui a questão: depois do carnaval, teremos a volta da quebradeira? Se a resposta for sim, então talvez fosse interessante prorrogar o carnaval até a copa do mundo, pois assim não haveria quebradeira até lá. E durante a copa do mundo, os estrangeiros que aqui estiverem sofrerão em igualdade com os danos produzidos pela ira dos “black blocs”?

E depois da copa, o que acontecerá? Bem, vamos aguardar para ver o desfecho.

Ah! A propósito, eu ia me esquecendo. Mas, no segundo semestre desse ano de 2014, nós também teremos uma eleição nacional e logo depois da copa do mundo começa a campanha eleitoral. Ao que parece, segundo as pesquisas eleitorais prévias, a coisa não vai mudar e no fim a situação vai ficar do mesmo jeito que está aí, ou quem sabe pode até piorar.

Aí eu pergunto, mais uma vez: porque os “black blocs” não aproveitam suas “manifestações” para tentar promover propostas claras de mudanças políticas profundas que possam efetivamente mudar a cara desse país? Porque, por exemplo, não trabalhar seriamente para propor a mudança desse governo que está aí?

Luiz Eduardo Corrêa Lima  é (Professor Titular – FATEA/Lorena/SP  Biólogo (Zoólogo) Escritor e Ambientalista; Membro da Academia Caçapavense de Letras, ocupando a Cadeira 25; e da Associação Nacional dos Amigos da Educação, ANAE, Ex-Vereador e Presidente da Câmara Municipal de Caçapava,SP - leclima@hotmail.com


Indique para um amigoImprime

topo

©vejosaojose.com.br - reprodução permitida com citação da fonte

4CURITIBA
4PORTO ALEGRE
4SÃO  JOSE
4SOROCABA
 

4A VALE É NOSSA

 

4DEFESA DA VIDA

 
4VIVA URBANOVA
 
4EMPÓRIO DUARTE
 
4SHOPPING 2 RODAS
 

4ECONOMIZE ENERGIA ELÉTRICA Serviço garantido

 

4LEITE É COOPER  COMPROVE

 

4DE OLHO NO IMPOSTO

4TENDA ATACADO
4EXTRA - Sempre o melhor preço,confira
 

4MOCC

 

4SHOW TIME

 

4TRIBUNA DA IMPRENSA - A verdade sempre

 

4OBSERVATÓRIO DA IMPRENSA

 

4CARTA MAIOR

 

4BLOG DO PROTÓGENES

 
4JORNALISMO.COM.BR
 

4TORTURA NUNCA MAIS

 
 

4DENUNCIE

 
JORNAIS
Adcnews
Jornal Andrômeda
Jornal do Povo
Jornal dos Esportes
Jornal Vila Ema
O VALE
Perfil Mulher
Portal Adyana
Saviver
ValeParaibano 
RÁDIOS
Band 1120 AM  
Band FM
Jovem Pan FM 94,3
Logos FM
975 FM
Otima Fm
Piratininga AM
Piratininga FM
Planeta FM 
Stereo Vale FM 
TVs
BandVale
Mix Tv
Record
SBT
Tv Cultura
Vanguarda